terça-feira, 13 de novembro de 2018

Paquera

Era sábado à noite.
Há horas minhas amigas haviam me convidado para uma balada.
Como não perco a oportunidade de me divertir, topei no mesmo instante.
Passei horas escolhendo a roupa perfeita, o que incluía uma saia com cumprimento suficiente para não me deixar vulgar, uma camiseta larga e bem fashion, que valorizava meu corpo e um mega salto, novo, que eu havia comprado há poucos dias.
Maquiagem pesada e cabelo bem arrumado, tudo o que eu tinha para arrasar na balada.
Encontrei minhas amigas lá, algumas já bem enturmadas com "gatos" gringos, enquanto outras apenas dançavam.
Como quase nem sou animada, me joguei na pista, dançando até me acabar.
- Querida! - minha amiga mais alta me puxou pelo braço, sussurrando em meu ouvido. - Aquele cara não tira os olhos de você.
Olhei na direção em que elas apontavam, e me deparei com um moreno de olhos azuis... ok, como eu sabia a cor dos olhos dele estando tão longe eu não sei, mas decidi retornar o olhar, encarando-o de forma magnífica e encantadora.
Continuei a dançar, e permaneci assim até que senti o dia amanhecendo e a balada estava acabando.
O gato de olhos azuis ainda estava estático, me encarando, como se esperasse o mínimo sinal para se aproximar.
Enviei-lhe um sorriso arrebatador, enquanto mordiscava o canudo da bebida alcoólica que eu ingeria.
Ele saiu de onde estava, e quando menos percebi, ele estava bem à minha frente.
Senti minha respiração se tornar lenta e ofegante dentro de meu peito, mas logo mudou para acelerada.
Ele toucou as mãos em meus ombros e declinou-se devagar, até que seus lábios tocaram minha orelha, e senti sua voz levemente rouca me dizendo:
- Garota! Você é uma diva!
Fiquei surpresa, mas ao mesmo tempo, lisonjeada, afinal, mesmo aquela coca sendo fanta, é sempre bom receber um elogio.
Olá povo (ainda não pensei em um apelido legal para vocês, sorry), tudo bem?
Eu estava sumida e não tenho um bom motivo para isso. Era só preguiça mesmo.
Escrevi esse texto hoje pela manhã, pois algo similar já aconteceu comigo... mas foi na escola, não em uma balada.
Isso já aconteceu com vocês?
Caso a resposta tenha sido não, acreditem em mim: ainda acontecerá.
Coloquei a enquete ao lado e espero que respondam: Você prefere ler textos longos ou curtos?

Links de Grupos Zap